Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – MA pr.carlospinheiro@pazevida.org.br

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO pr.dionatanfreitas@pazevida.org.br

Pr. Weslley Santos

Pr. Weslley Santos

Sede Estadual – AL pr.weslleysantos@pazevida.org.br

Pr. Jean Vilela

Pr. Jean Vilela

Sede Estadual – MG pr.jeanvilela@pazevida.org.br

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal pr.fabiohenrique@pazevida.org.br

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Distrital – DF   pr.marciodasilva@pazevida.org.br

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM pr.luciano@pazevida.org.br

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PB pr.reginobarros@pazevida.org.br

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – PR pr.danyelpagliarin@pazevida.org.br

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS pr.raphaelbatista@pazevida.org.br

Pr. Alexandre Teodoro

Pr. Alexandre Teodoro

Sede Estadual – RJ pr.alexandreteodoro@pazevida.org.br

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Nacional – SP   pr.neilton@pazevida.org.br  

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – BA   pr.delson@pazevida.org.br

Pr. Marcelo Torres

Pr. Marcelo Torres

Sede Estadual - SE pr.marcelotorres@pazevida.org.br

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – PE pr.joaquimneto@pazevida.org.br

Pr. Danilo Queiroz

Pr. Danilo Queiroz

Sede Estadual – CE   pr.daniloqueiroz@pazevida.org.br  

Pr. Ademir Pereira

Pr. Ademir Pereira

Sede Estadual - RN pr.ademirpereira@pazevida.org.br  

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Estadual - PI pr.sandropinheiro@pazevida.org.br

Pr. Márcio Candido

Pr. Márcio Candido

Sede Estadual – PA pr.marciocandido@pazevida.org.br

“ABRINDO OS CÉUS DE BRONZE E O CHÃO DE FERRO”

E os teus céus, que estão sobre a cabeça, serão de bronze;

e a terra que está debaixo de ti, será de ferro” (Dt 28.23).

 

A Bíblia raramente faz uma referência clara ao bronze como uma liga de cobre e estanho, pois as palavras gregas que são traduzidas como “latão” em várias versões significam primeiramente cobre. Mas o latão é liga de cobre e zinco que não era conhecido até a era romana. As ligas de cobre e estanho foram introduzidas na Palestina provavelmente, pelos amorreus no final da idade do bronze (Aprox. 2.200 a.C.). Essa liga era usada para solidificar cobre a fim de fazer ferramentas, armas e objetos de fundição, antes do advento do ferro. A única referência bíblica clara a esta liga é o “cobre branco” em Ap 1.15 e 2.18, onde se traduz como “latão reluzente ou bronze polido”

O ferro é tido como o elemento mineral mais difícil de trabalhar por causa do seu alto ponto de fusão: 1.535°C, portanto exige aquecimento maior e prolongado, e ainda reaquecimento para ser forjado. O ferro era usado para afiar o próprio ferro. Provérbios 27.17 diz: “Como o ferro com ferro se aguça, assim o homem afia o rosto de seu amigo”. Interessante que o primeiro ferro usado pelo homem não veio do minério, mas de meteoros. Assim, o ferro era chamado de “metal dos céus”. A Bíblia apresenta as seguintes referências ao ferro: Nm 31.22; 35.16; Dt 3.11, 27.5; Js 6.19, 24; 22.8 e Lv 26.19.

Em Deuteronômio 28.23 lemos: “E os teus céus que estão sobre a tua cabeça, serão de bronze” (ou seja, não se responderão às orações); “e a Terra que está debaixo de ti, será de ferro” (ou seja, não colherás o semeado). O verso 24 diz: “Dará o Senhor por chuva sobre a tua terra pó e cinza” (isto é, não haverá chuva), “dos céus descerão sobre ti até que pereças” (ou seja, as maldições virão dos céus devido à desobediência). Nm 31.22; 35.16; Dt 4.20 o Egito é tido como o forno de ferro.

A desobediência, de imediato, traz a maldição como resultado dela. Vale dizer se o Senhor estiver contra nós, quem será ao nosso favor? Na verdade, o ser humano é impotente para revidar ao que ficou estabelecido na Palavra de Deus. É óbvio que Deus tem sob seu controle toda enfermidade e aflição, como também as bênçãos para cumprir em face da obediência ou desobediência dos seres humanos.

Deuteronômio 8.9 refere-se à “Terra da promessa em que comerás o pão sem escassez, e nada te faltará nela, terra cujas pedras são ferro e de cujos montes tu cavarás o cobre”. Deuteronômio 27.5: “E tu edificarás um altar ao Senhor, teu Deus; um altar de pedras, e não alçarás ferro sobre elas”. Assim, os princípios das bênçãos pela obediência estavam tão perto do povo israelita, como é na atualidade da Bíblia para a igreja hoje, porque a obediência ao estabelecido por Jesus é tudo o que o seu povo precisa cumprir.

A obediência é o ato de executar a ordem ou vontade de outra pessoa, especialmente a vontade de Deus. Tanto no novo Testamento como no Antigo Testamento, a palavra “obedecer” está relacionada com a ideia de ouvir. A obediência é uma resposta ativa e positiva aquilo que se ouve. Deus quer que as pessoas obedeçam à Sua revelação. A desobediência resulta em castigo.

Na antiga aliança entre Deus e os homens, a obediência era a base para se experimentar as bênçãos e o favor de Deus (Êx 19.5; 24.1-8). O profeta Samuel enfatizou que Deus não tinha prazer no sacrifício, e sim na obediência (ISm 15.22). Até mesmo a promessa de uma nova aliança enfatizava a obediência como dom de Deus (Jr 31.33). No Novo Testamento, a obediência de Cristo contrasta com a desobediência de Adão. Esta desobediência de Adão trouxe a morte, mas a perfeita obediência de Cristo trouxe a graça, a justiça e a vida (Rm 5.12-21).

Deus promete aos obedientes:

1. Exaltá-los (Dt 28.1);

2. Abençoá-los com toda sorte de bênçãos (Dt 28.2-5);

3. Dar-lhes vitória sobre todos os inimigos (Dt 28.7);

4. Dar-lhes todo tipo de bênçãos (Dt 28.8);

5. Fazer deles testemunhas, pelas bênçãos recebidas (Dt 28.10);

6. Fazê-los cabeça e não cauda (Dt 28.13).

Ao longo da leitura da Palavra, vemos que o Senhor Deus se regozija em fazer o bem para aqueles que obedecem, ou seja, aquele que planta o bem colhe as bênçãos e o que planta o mal será penalizado com o mal. Então, conclui-se que é o próprio ser humano que prepara sua infelicidade ou felicidade pela desobediência ou obediência ao estabelecido na Palavra de Deus.

Por Valdely Cardoso Brito

bannerMemorial

Aguarde Novas Atualizações